Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Prosseguem buscas por helicóptero desaparecido no Rio

Seis aeronaves participam da operação, além de 16 embarcações, quatro delas equipadas com robôs submarinos

Por Da Redação 20 ago 2011, 14h21

As buscas ao helicóptero desaparecido desde a tarde de sexta-feira permanecem “sem interrupção”, segundo informou a Petrobras neste sábado. A aeronave decolou da plataforma P-65, na Bacia de Campos, e solicitou autorização para um pouso de emergência no Aeroporto de Macaé. O Plano de Emergência da Bacia de Campos da Petrobras foi acionado assim que a torre de comando perdeu o contato com a aeronave, por volta das 17h, informou a estatal.

Em nota divulgada no início da tarde deste sábado, a Petrobras afirmou que, ao todo, seis aeronaves, duas delas da Força Aérea Brasileira (FAB), participam da operação de buscas. Dezesseis embarcações prosseguem na investigação, quatro delas equipadas com robôs submarinos.

A Petrobras recomendou ainda que permaneçam em solo todos os helicópteros Agusta AW 139, modelo da aeronave desaparecida. A empresa deve receber uma visita neste sábado de representantes da empresa fabricante do helicóptero, que virão da Itália.

Estavam no helicóptero os passageiros Ricardo Leal de Oliveira, auxiliar técnico de planejamento da empresa Engevix, e João Carlos Pereira da Silva, técnico de inspeção da empresa Brasitest, além do piloto Rommel Oliveira Garcia e do copiloto Lauro Pinto Haytzann, da Sênior Táxi Aéreo.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade