Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Professora francesa pede homenagem para o assassino de Toulouse e é punida

Uma professora foi suspensa nesta sexta-feira depois que pediu a seus alunos que fizessem um minuto de silêncio em memória do islamita Mohamed Merah, segundo ela uma vítima cujos vínculos com a Al-Qaeda foram inventados pelo presidente Nicolas Sarkozy.

De acordo com o site do jornal Paris Normandie, a professora de inglês de 56 anos, de uma escola de Rouen (nordeste de Paris), pediu aos alunos de sua turma que fizessem um minuto de silêncio por Merah, que foi morto na véspera pela polícia pelo assassinato de sete pessoas.

Uma parte dos alunos se negou a atender a seu pedido e abandou a sala, segundo o ministério da Educação. Os representantes de turma escreveram uma carta para relatar os fatos.

“A professora disse claramente que Merah era uma vítima, que o vínculo com a Al-Qaeda foi inventado pela imprensa e por ‘Sarko’ (o presidente Sarkozy)”, segundo a carta publicada pelo jornal.

O ministro da Educação, Luc Chatel, pediu a suspensão imediata da professora e condenou sem reservas o que chamou de “comportamento inqualificável”.