Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Procuradora aposentada condenada por torturar criança é presa no Rio

Vera Lúcia de Sant'anna Gomes foi condenada por espancar uma criança de dois anos em 2010 e era considerada foragida

A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpriu, na manhã desta quinta-feira, 17, dois mandados de prisão contra a procuradora de Justiça aposentada Vera Lúcia de Sant’anna GomesCondenada por espancar uma criança de dois anos que pretendia adotar, em 2010, ela era considerada foragida há quase três anos.

A procuradora foi condenada pela Justiça fluminense e presa naquele mesmo ano a oito anos e dois meses de prisão em regime fechado. Em 2014, ela foi solta por decisão da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), mas voltou a ter sua prisão decretada, em regime semiaberto, em 2016. Ela chegou a obter um habeas corpus, mas naquele mesmo ano, após esgotados todos os recursos, deveria ter começado a cumprir a pena. Desde então, ela era considerada foragida.

Segundo a Polícia Civil, Vera Lúcia passou mal depois da prisão quando era encaminhada à Cidade da Polícia, na zona norte da cidade. Ela foi levada para o Hospital Copa D’Or, na zona sul da cidade, onde está sob custódia de policiais da Divisão de Capturas e Polícia Interestadual (DC-Polinter).

O caso de tortura foi denunciado pelos empregados da procuradora. Eles afirmaram que ela agredia fisicamente e a menina. A criança foi encontrada pelo Conselho Tutelar no apartamento de Vera Lúcia com sinais de maus tratos. Laudos comprovaram as agressões.

(Com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)