Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Presos acusados de matar estudante de odontologia, em SP

Por José Maria Tomazela

Sorocaba, SP – Um casal foi preso na madrugada de hoje em Itapetininga, região de Sorocaba, acusado de sequestrar e matar a estudante de odontologia Camila Pires, de 20 anos. Também foi detido o filho da mulher presa, de 14 anos, acusado de ajudar o casal no sequestroque terminou com a morte da estudante. De acordo com a Polícia Civil, eles foram presos no momento em que chegavam à casa, na Vila Sotemo, periferia da cidade. Policiais se revezavam na vigilância do local, à espera dos criminosos, que estavam foragidos.

O crime aconteceu no dia 11 de dezembro, em Ourinhos, a 370 quilômetros de São Paulo. A estudante e o namorado, de 19 anos, também estudante, estavam no interior do carro dele, em uma avenida movimentada de um bairro de alto padrão da cidade, quando foram abordados e dominados pelo casal, na companhia do adolescente. O homem assumiu o volante do veículo enquanto o adolescente apontava uma arma para a cabeça da jovem.

Os namorados foram levados para um canavial e obrigados a descer do carro. Ambos foram amarrados com as mãos para trás e amordaçados. Em seguida, a jovem foi executada com um tiro na cabeça. O estudante foi alvejado no braço e se fingiu de morto. Os assassinos fugiram no carro do rapaz.

Ele conseguiu se soltar e caminhou até a rodovia que liga o Estado de São Paulo ao Paraná, onde pediu ajuda. O corpo da jovem foi localizado no canavial. O carro foi encontrado na periferia de Cascavel, região norte do Paraná, a 500 quilômetros do local do crime. A polícia chegou aos suspeitos com base na descrição do rapaz.

O casal e o garoto já tinham passagens por furto qualificado, roubo, tráfico de drogas e associação para o tráfico. Os acusados foram levados para a Delegacia da Polícia Civil de Ourinhos. O casal seria ouvido e levado para cadeias da região. O adolescente foi colocado à disposição da Justiça.