Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Preso suspeito de ser justiceiro na Baixada Fluminense

Gabriel Fernandes de Araújo foi preso depois de prestar depoimento. Para a polícia, ele é quem segura a cabeça do jovem assassinado por pistoleiros

Por Da Redação 14 fev 2014, 10h59

A Polícia Civil do Rio prendeu, na quinta-feira, Gabriel Fernandes de Araújo, 20 anos, um dos suspeitos de envolvimento na execução de Igor Oliveira Falcão, ocorrida no dia 23 de janeiro, em plena luz do dia, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. O crime foi filmado com um celular, e o vídeo foi revelado pelo jornal ‘Extra’. Araújo foi preso após se apresentar na 54ª Delegacia de Polícia (Belford Roxo) para prestar depoimento. Contra ele, havia um mandado de prisão temporária por 30 dias, expedido pela Justiça.

De acordo com as investigações, Araújo aparece no vídeo segurando Igor Falcão, até que o executor, identificado como Douglas Idael Pereira Ramos, chega ao local numa moto e atira contra a cabeça da vítima. O atirador também já teve a prisão decretada, mas continua foragido.

Segundo a Polícia Civil, os três envolvidos no justiçamento já foram identificados. No último dia 9, Cleiton da Conceição Antônio de Miranda, de 25 anos, que pilotava a moto, havia sido preso. Na cena do crime havia mais um rapaz, que também segurou Araújo. Ele foi identificado como Paulo Roberto Pereira Bruno. Contudo, ele não será indiciado porque chegou ao local depois que Cleiton Miranda saiu para buscar o executor Douglas Idael Ramos.

Leia também:

Jovem preso a um poste por ‘justiceiros’ perambula há dois anos pelas ruas do Rio

A tranca da bicicleta e a selvageria no Rio de Janeiro

Adolecente encontrado preso a um poste por ‘justiceiros’ é interrogado pela Polícia Civil

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade