Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Presidente do STF toma primeira dose de vacina contra Covid-19 no Rio

Luiz Fux considera que sua ação, como homem público, transmite um exemplo para a população: 'Nós, do Judiciário, temos uma profunda deferência à ciência'

Por Da Redação 2 abr 2021, 17h41

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Luiz Fux, de 67 anos de idade, tomou nesta sexta-feira, 2, a primeira dose da vacina contra a Covid-19, no Museu da Justiça, situado no Centro Cultural do Poder Judiciário (CCMJ), área central do Rio de Janeiro.

Fux considerou que sua ação, como homem público, transmitia um exemplo para a população. “Nós, do Judiciário, temos uma profunda deferência à ciência. Por isso, dizemos sim à vida e não à morte”.

O presidente do STF avaliou que é preciso união “para cuidarmos uns dos outros e, acima de tudo, conscientizar toda a sociedade que, se pretende ter esperança, devemos nos vacinar todos”. Fux chamou a atenção que no momento de fé que o Brasil vivencia na Semana Santa e na festa de Páscoa, todos têm que fazer essa travessia.

O presidente do STF se solidarizou com as mais de 300 mil famílias que perderam familiares para a pandemia de Covid-19.

Em relação aos estados, Fux destacou que têm autonomia administrativa, judicial e política. Ele ressaltou que há uma coordenação central, prevista na Constituição Federal, e peculiaridades locais. No caso do direito à saúde, lembrou que o STF estabeleceu que a competência é concorrente de todos os entes federados.

Com Agência Brasil

Continua após a publicidade
Publicidade