Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Presa por atropelamento, mulher xinga vítima: ‘pretinho pobre’

Mulher ainda agrediu policiais e quebrou viatura; ela responderá por crimes de lesão corporal, dano ao bem público, desacato, desobediência e injúria racial

Por Da Redação Atualizado em 21 dez 2017, 12h59 - Publicado em 21 dez 2017, 11h09

Uma mulher de 31 anos foi presa na última quarta-feira, na Asa Sul, em Brasília, após atropelar um motociclista e avançar o sinal vermelho. Ela fugiu sem prestar socorro à vítima. De acordo com a Polícia Militar (PM), ela foi capturada a 706 metros do local do acidente, com o veículo estacionado e com o pneu furado.

Quando foi abordada, a motorista iniciou uma série de desacatos aos policiais. Além das agressões verbais, a mulher bateu nos agentes e acertou um deles com um chute no rosto. Após ser contida e colocada dentro de uma viatura, ela ainda danificou o sistema de destravamento do porta-malas do carro. De acordo com a PM, foi necessário chamar o Corpo de Bombeiros para destravar o veículo.

  • Como justificativa, a motorista, que não teve o nome divulgado, argumentou que havia ingerido bebidas alcoólicas, mas se recusou a fazer o teste do bafômetro. Entretanto, ao ser levada o Instituto Médico Legal (IML), a hipótese foi descartada.

    Já na delegacia, quando encontrou o motociclista que havia atropelado, a mulher o chamou de “pretinho pobre do Maranhão” e iniciou uma série de desacatos aos policiais. “Ela disse que poderia prejudicá-los, pois é parente de gente importante”, informou a PM, em nota.

    A mulher responderá pelos crimes de lesão corporal, dano ao bem público, desacato, desobediência e injúria racial. Pelo acumulado de penas, ela foi encaminhada ao sistema carcerário.

    Continua após a publicidade
    Publicidade