Clique e assine a partir de 9,90/mês

Prefeitura pretende investir R$ 1 bi em nova linha de metrô

Dinheiro proveniente de boom imobiliário servirá para construir estações em bairros nobres como Jardim Europa e Jardim América

Por Da Redação - 14 set 2011, 08h55

A Prefeitura de São Paulo quer usar o dinheiro do boom imobiliário na região da Avenida Brigadeiro Faria Lima, na Zona Sul, para investir pelo menos mais 1 bilhão de reais em uma nova linha de metrô na capital. Batizado de Linha 20-Rosa, o novo trecho terá 12,3 quilômetros de extensão e ligará a Lapa, na Zona Oeste, a Moema, na Zona Sul ─ passando por bairros nobres, como, por exemplo, o Jardim Europa.

A linha faz parte do Plano Expansão 2020 do Metrô, que planeja a concretização de um sistema com 161 estações de metrô na Região Metropolitana ─ hoje são 62. O estudo também planeja ampliar os atuais 70,6 quilômetros de linhas para 184,2 quilômetros. A previsão de investimento estadual na rede é de 27,4 bilhões de reais até 2015.

A previsão inicial de entrega da Linha 20-Rosa é para 2025. Contudo, a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos acredita que esse prazo possa ser encurtado graças ao interesse da Prefeitura em investir no ramal. O projeto inicial prevê a construção de 14 estações, espalhadas pelas zonas estritamente residenciais localizadas nos arredores da Praça Panamericana e por toda a extensão da Faria Lima. Áreas valorizadas, como Jardim Europa e Jardim América, também são contempladas pelo projeto.

O dinheiro da Prefeitura viria das contrapartidas pagas pelo mercado imobiliário da região da Operação Urbana Faria Lima para construir prédios acima do limite da lei de zoneamento. O prefeito Gilberto Kassab enviou um projeto à Câmara Municipal que prevê a emissão de mais 500.000 Certificados de Potencial Construtivo (Cepacs), títulos que permitem a construção de edifícios mais altos. Esses papéis devem render cerca de 2 bilhões de reais aos cofres públicos ─ no último leilão da operação, em 25 de maio de 2010, cada Cepac foi comercializado por 4.000 reais, preço considerado baixo. Parte do valor arrecadado deve ir para a Linha 20-Rosa: por lei, esse dinheiro tem que ser aplicado no perímetro da Avenida Faria Lima.

Continua após a publicidade

(Com Agência Estado)

LEIA TAMBÉM:

Linha 4 do Metrô-SP deve abrir todos os dias em outubro

Continua após a publicidade

Expansão faz paulistano trocar ônibus por metrô

Metrô no Rio ligará Niterói, São Gonçalo e Itaboraí

Publicidade