Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Prefeitura do Rio de Janeiro adia reabertura de cinemas e teatros

Estado lidera o aumento de novos casos de Covid-19 nos últimos quinze dias ; eventos corporativos estão autorizados no plano de retomada da cidade

Por Ernesto Neves Atualizado em 16 ago 2020, 21h34 - Publicado em 16 ago 2020, 20h45

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou neste domingo, 16, que vai prorrogar a Fase 5 do plano de flexibilização das atividades econômicas da cidade por mais 15 dias. Assim, o prefeito Marcelo Crivella adiou por este período a reabertura de cinemas, casas de eventos e teatros. 

De acordo com secretária municipal de Saúde, Ana Beatriz Busch, a medida foi necessária para que os setores envolvidos tenham tempo para se organizarem. Busch afirmou, porém, que sete indicadores avaliados pela prefeitura já apontam ser possível avançar para a Fase 6 do do plano de flexibilização do distanciamento social.

Durante a coletiva concedida no Riocentro, na Zona Oeste, foi anunciado que estão liberados os eventos corporativos. Os eventos culturais, no entanto, ainda precisaram aguardar a liberação no município.

No entanto, levantamento feito por VEJA mostra que o número de novos casos de coronavírus no estado do Rio cresceu 41% na primeira quinzena de agosto conforme a média móvel de casos. É o maior índice de alta entre entes federativos no período. Especialistas consideram que a alta seja um reflexo direto da maior circulação de pessoas na região metropolitana do Rio, foco da pandemia no estado, iniciada há algumas semanas em razão da flexibilização da quarentena. Nesta semana, os pontos turísticos da capital fluminense voltaram a abrir e bares ficaram novamente lotados.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade