Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Prefeitura de São Paulo decreta estado de atenção

Cidade apresenta cinco pontos de alagamentos em ruas e avenidas. O tempo ruim deve permanecer até esta quarta-feira

Por Leandro Manço 15 nov 2011, 12h44

O Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE) da capital paulista decretou, ao meio-dia desta terça-feira, estado de atenção por causa das intensas chuvas que atingem a cidade desde a noite desta segunda-feira. Segundo o CGE, todo o município apresenta índice pluviométrico alto. Por conta disso, os níveis dos rios e córregos da capital começam a subir, mas ainda não há registro de transbordamentos.

Até o momento, o CGE identificou cinco pontos de alagamento. O único intransitável fica na Rua Romão Gomes, no Butantã, próximo à Avenida Valdemar Ferreira. Os outros são: Marginal Pinheiros, na altura da Ponte Eusébio Matoso, sentido Rodovia Castelo Branco; Rua Alvarenga, no Butantã, próximo à Avenida Afrânio Peixoto; Viaduto Leste-Oeste, sentido Penha, na região da Praça da Sé; e Avenida Jacu-Pêssego, Zona Leste, próximo à Avenida Ragueb Chohfi.

Apesar de não haver congestionamento, a CET pede ao motorista para evitar a Marginal Pinheiros na altura da Ponte Eusébio Matoso por causa do alagamento e de obras na pista – que reduzem a velocidade no local. Segundo a Ecovias, concessionária do Sistema Anchieta-Imigrantes, o trânsito está lento em todo o trecho de Serra para o motorista que sai da Baixada Santista e segue em direção a São Paulo. A operação adotada é a 2 x 8: as duas pistas da Imigrantes e a pista sul da Anchieta estão com o sentido de direção para a capital paulista, enquanto a pista norte da Anchieta é usada pelo motorista que vai para o litotral. Chove em todo o Sistema Anchieta-Imigrantes.

Publicidade