Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

‘Por favor, manda o helicóptero’, disse vítima do desabamento em ligação

Gravação do telefonema de Ricardo Pinheiro para a polícia antes da queda do edifício foi exibida pelo 'Fantástico'

Por Da redação Atualizado em 6 Maio 2018, 23h28 - Publicado em 6 Maio 2018, 23h14

Única vítima confirmada do desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro fez uma ligação para a polícia quando estava preso no prédio em chamas. A gravação, exibida pelo Fantástico, da TV Globo, neste domingo, mostra Ricardo aflito ao comunicar o incêndio para a atendente.

“Eu estou no prédio que está pegando fogo”, diz ele no início da ligação. A atendente, então, se espanta: “O senhor está dentro do prédio?”. Nervoso, Ricardo se confunde e afirma em momentos diferentes que está “no térreo” e “na cobertura”. “Eu estou no prédio. Eu estou no último andar. Eu estou no térreo. Tô na, na, na cobertura! Só tem eu aqui em cima. E o fogo já está aqui em cima.”

  • Perguntado se havia mais alguém com ele, Ricardo afirma: “Teve gente que não conseguiu subir por causa da fumaça. É muito tóxica”. Ao final da ligação, um apelo: “Por favor, manda o helicóptero. Me tira daqui”.

    Ricardo caiu junto com o prédio quando bombeiros em um edifício vizinho tentavam resgatá-lo. Ele já estava envolvido por uma corda, que se rompeu quando a construção ruiu. O corpo da vítima foi encontrado na sexta em meio aos escombros.

    Confira abaixo a transcrição do telefonema exibido pelo Fantástico:

    Atendente: Polícia Militar, Emergência.
    Ricardo: Eu estou no prédio que tá pegando fogo!
    Atendente: O senhor está dentro?
    Ricardo: Hã?
    Atendente: O senhor está dentro do prédio?
    Ricardo: Eu estou dentro do prédio. Eu tô no último andar. Eu tô no térreo. Eu tô na, na, na cobertura! Só tem eu aqui em cima.
    Atendente: O senhor está na cobertura?
    Ricardo: É e o fogo já está aqui em cima.
    Atendente: Tem a altura do número aí? Mais ou menos a rua?
    Ricardo: É no começo da Rio Branco. Os bombeiros já estão vindo para cá.
    Atendente: Eu vou avisar que o senhor está em cima, tá?
    Ricardo: Por favor! O fogo já aqui em cima perto de mim!
    Atendente: Tem mais alguém com o senhor aí?
    Ricardo: Teve gente que não conseguiu subir por causa da fumaça. É muito tóxica.
    Atendente: Tá bom. Eu vou avisar aqui, tá bom?
    Ricardo: Por favor, manda o resgate para mim aqui, eu estou no térreo.
    Atendente: Qual que é seu nome, senhor?
    Ricardo: Ricardo de Oliveira Galvão.
    Atendente: Senhor Ricardo, eu já vou avisar, tá bom? É só aguardar aí.
    Ricardo: Por favor, manda o helicóptero. Me tira daqui!

    Continua após a publicidade
    Publicidade