Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Pontos turísticos do Rio de Janeiro voltam a funcionar em agosto

Embora já estejam liberadas, atrações como o Pão de Açúcar e o Corcovado optaram por só retomar as atividades, com mais segurança, no próximo mês

Por Da Redação Atualizado em 18 jul 2020, 15h52 - Publicado em 18 jul 2020, 15h22

Fechados ao público desde março por causa da pandemia do novo coronavírus, os principais pontos turísticos do Rio de Janeiro voltarão a funcionar na primeira quinzena de agosto. Embora já estejam autorizados a retomarem suas atividades, de acordo com a fase 4 do plano de flexibilização da prefeitura que começou nesta semana, representantes dos principais cartões postais da cidade decidiram postergar a abertura para voltarem com mais segurança. A decisão conjunta engloba o Bondinho do Pão de Açúcar, o Trem do Corcovado, o AquaRio e a roda gigante RioStar, os dois últimos instalados na Zona Portuária.

De acordo com as novas regras para minimizar os riscos de contágio da Covid-19, os pontos turísticos do Rio só poderão voltar a funcionar com um terço da capacidade máxima, desde que isso não signifique que haja mais de um frequentador para cada 4 metros quadrados de área. Pelas “regras de ouro” da prefeitura, também é obrigatório disponibilizar álcool em gel aos visitantes e cobrar o uso de máscaras. Além de reabrirem em agosto respeitando as medidas de higiene e proteção, os equipamentos turísticos programam uma campanha que prevê descontos de até 50% no valor dos bilhetes para os visitantes.

Em nota divulgada em seu site após o anúncio de flexibilização pelo município do Rio, a direção do Bondinho do Pão de Açúcar explicou que a decisão de só reabrir em agosto foi acertada em parceria com outras atrações. E que a intenção é retomar as atividades de forma unificada e mais segura. “O Bondinho do Pão de Açúcar se preparou para a reabertura com  um protocolo de segurança que segue todas as medidas de saúde e higienização recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OSM), o que já garantiu ao parque um selo internacional e três nacionais do cumprimento das normas de prevenção à Covid-19”, diz a nota.

A roda gigante Riostar, por sua vez, informou que continuarão temporariamente suspensos no local os shows, festas e aglomerações. E que, além de verificar a temperatura dos visitantes e colaboradores, a empresa vai acomodar em cabines exclusivas grupos de familiares e amigos, sempre respeitando o limite de até quatro pessoas.

Nessa fase do relaxamento da quarentena, a maior parte dos hotéis e hostels do Rio já retornou às atividades normais.

Continua após a publicidade
Publicidade