Clique e assine a partir de 9,90/mês

Polícia prende onze manifestantes em carreata contra quarentena em Belém

Líderes do protesto responderão por desobediência e infração de medida sanitária preventiva; carro é apreendido

Por João Batista Jr. - Atualizado em 29 mar 2020, 20h21 - Publicado em 29 mar 2020, 19h25

A Polícia Militar do Pará prendeu um grupo de onze pessoas neste domingo, 29, em Belém. Os integrantes faziam carreata contra as medidas de isolamento determinadas pelo governo estadual como meio de conter a propagação da epidemia de coronavírus. Entre os detidos estava uma mulher grávida.

Todos foram levados à Delegacia da Cremação por descumprirem o decreto estadual que proíbe aglomerações durante este período de pandemia da Covid-19. Os organizadores e participantes da carreata podem responder também pelos crimes de desobediência e infração de medida sanitária preventiva.

O Detran de Belém apreendeu o carro usado para liderar o movimento. No caso, os agentes descobriram que o veículo estava com licenciamento atrasado desde 2015 e acumulava de multas de 22.000 reais.

O domingo, 29, foi marcado por uma mudança de comportamento por parte da sociedade brasileira. Além das carreatas realizadas em diversas cidades do Brasil, o que se viu foi mais gente nas ruas do que no final de semana anterior. Muitas pessoas com roupas de academia circularam pelas calçadas de bairros como Jardins e Pinheiros, em São Paulo. O mesmo aconteceu no Rio de Janeiro, com as orlas de Copacabana e Ipanema bastante movimentadas.

Publicidade