Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia prende mais uma integrante da gangue das loiras

Priscila do Amaral é a quinta integrante do grupo a ser presa. Bando realizava sequestros-relâmpagos para fazer compras com os cartões das vítimas

Mais uma integrante da gangue das loiras foi presa nesta terça-feira. Priscila do Amaral, de 32 anos, foi localizada no centro de São Paulo durante o cumprimento de um mandado de prisão preventiva. A polícia continua a busca por mais integrantes da quadrilha.

A gangue das loiras é acusada de cometer ao menos 50 sequestros relâmpago desde 2008 até março deste ano, quando a primeira integrante do grupo, Carina Geremias Vendramini, de 25 anos, foi presa. Uma semana depois, os líderes da organização, Wagner Gonçalves de Oliveira e sua mulher, Monique Awoki Scasiota, a única morena do grupo, também foram detidos.

A quarta criminosa a ser presa, Vanessa Geremias Vendramini, foi identificada depois de uma denúncia anônima, também em março. Priscila é a quinta envolvida a ser detida. Ela foi encontrada por agentes do 3º Distrito Policial, no bairro da Aclimação. Lilmara Valezin e Franciely dos Santos continuam foragidas.

A gangue – Segundo informações da Polícia Civil, a quadrilha era formada por seis mulheres – cinco loiras e uma morena – e um homem, que agiam apostando na beleza de suas integrantes. Eles sequestravam mulheres desacompanhadas em estacionamentos, de preferência também loiras, para fazer compras em shoppings com os cartões roubados. Enquanto as garotas da quadrilha realizavam as compras, o rapaz circulava pela cidade com a vítima, em seu veículo.

O caso é investigado na 3ª delegacia antissequestro do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) de São Paulo.

(Com Agência Estado)