Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia ocupa o Complexo do Caju e a Barreira do Vasco

Operação foi tranquila e rápida. O objetivo é colocar duas UPPs na região

As autoridades esperam garantir a segurança nas vias pelas quais circularão as pessoas que deverão visitar a cidade para acompanhar a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016

Policiais civis e militares iniciaram na madrugada deste domingo a operação para ocupar a estratégica área que compreende o Complexo do Caju e favela Barreira do Vasco, ambas situadas na Zona Norte do Rio de Janeiro, para expulsar os traficantes e instalar bases da Unidade de Polícia de Pacificação (UPP). As forças de segurança, que tinham alertado sobre essa operação há vários dias para não colocar a vida dos moradores em risco, invadiram a área por volta das 5 horas, com o apoio de blindados da Marinha e de pelo menos um helicóptero. A operação foi rápida (cerca de 40 minutos) e segura (não houve resistência de bandidos) e contou com mais de mil homens das policiais Civil e Militar, além de 200 fuzileiros navais.

Leia também:

Leia também: Bope apreende 500 quilos de drogas em duas favelas do Rio

O Complexo de Caju é formado por treze favelas e está situado entre a zona portuária e a via expressa que leva ao Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro, a Linha Vermelha. A Barreira do Vasco, de menor dimensão, é formada por três favelas. Elas também são vizinhas da Avenida Brasil, via que liga a Zona Norte à Zona Oeste. O objetivo da operação é inibir a presença de traficantes de drogas no local para, nos próximos meses, instalar duas UPPs na região. De acordo com a Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, o controle das favelas do Complexo de Cajú é fundamental para ocupação do Complexo de Maré, mais próxima do aeroporto. As autoridades esperam garantir a segurança nas vias pelas quais circularão as pessoas que deverão visitar a cidade para acompanhar a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

(Com agência EFE)