Clique e assine a partir de 9,90/mês

Polícia Federal deflagra operação contra grupo de extermínio

O comandante da PM de Goiás, tenente-coronel Ricardo Rocha, foi conduzido coercitivamente de Goiânia a Brasília para prestar depoimento na sede da PF

Por Da redação - Atualizado em 11 Nov 2016, 08h32 - Publicado em 11 Nov 2016, 07h37

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira a segunda fase da Operação Sexto Mandamento, que visa a desarticular um grupo de extermínio que conta com a participação de policiais militares de Goiás. De acordo com o telejornal Bom Dia Brasil, o comandante da PM de Goiás, tenente-coronel Ricardo Rocha, foi conduzido coercitivamente de Goiânia a Brasília para prestar depoimento na sede da PF.

Ao todo, a PF cumpre três mandados de prisão temporária e dezessete de condução coercitiva – onze deles contra PMs, nas cidades de Goiânia, Alvorada do Norte e Formosa. Cerca de 140 policiais estão envolvidos na operação.

Essa segunda fase investiga duas mortes e dois desaparecimentos no Estado. Os investigadores suspeitam que o grupo é responsável por mais 100 mortes desde 2010.

O nome da operação é uma referência ao sexto mandamento bíblico, “Não matarás”.

Publicidade