Clique e assine a partir de 8,90/mês

Polícia apura se irregularidades causaram acidente que matou 51

Empresa tinha autorização para transportar 31 pessoas, mas estima-se que estivesse com 60 pessoas no momento do acidente

Por Da Redação - 17 mar 2015, 09h38

O acidente no fim de semana que envolveu um ônibus da Costa & Mar Turismo pode ter sido provocado por irregularidades cometidas pela empresa. A Polícia Civil do Paraná abriu um inquérito para investigar o caso, que culminou na queda do ônibus de uma ribanceira de 400 metros, na Rodovia SC-418, na Serra Dona Francisca, em Joinville, Santa Catarina, e deixou 51 mortos, a maioria de União da Vitória, no Paraná.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná (Sesp), Fernando Francischini, disse que foram detectadas pelo menos três irregularidades e o objetivo do inquérito é garantir que os familiares possam receber indenizações. Entre os problemas está o fato de o ônibus Costa & Mar Turismo ter autorização para transportar 31 pessoas, mas estima-se que estivesse com 60 pessoas no momento do acidente. Além disso, a empresa pediu autorização para ir até a cidade de Guaratuba, dentro do Estado, mas estava a caminho de Itapoá, em Santa Catarina, contrariando autorização emitida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Não foram dados mais detalhes.

O Departamento de Estradas e Rodagens (DER) do Paraná também anotou a irregularidade e destacou hoje que, conforme as informações que recebeu, o veículo da empresa Viação Costa & Mar não tinha nem autorização da ANTT para transportar pessoas. Em Joinville, a Delegacia de Delitos de Trânsito é responsável pelo caso, sob o comando do delegado Brasil Guarani. Ele afirmou que já ouviu duas testemunhas, mas ainda é cedo para tirar conclusões. “Não podemos afirmar nada sem os resultados das perícias.” Será dada prioridade ao caso.

O grupo de viajantes havia partido inicialmente de União da Vitória, no Paraná, em um ônibus e em uma van, rumo a um evento de candomblé na cidade de Guaratuba. Em Mafra, no norte de Santa Catarina, um dos veículos teria quebrado, levando a empresa a colocar todo o grupo em um só ônibus. Por volta das 17 horas de sábado, no km 89 da SC-418, na Serra Dona Francisca, em Joinville, o motorista perdeu o controle e o veículo despencou de uma altura de 400 metros.

Dos oito sobreviventes do acidente, pelo menos seis continuam internados em hospitais da região de Joinville. As vítimas foram sepultadas ontem nas cidades vizinhas de Porto União, em Santa Catarina, e União da Vitória, no Paraná. Na comunidade paranaense Santa Rosa, era possível encontrar um dos quadros mais tristes da tragédia, com sete pessoas da mesma família mortas no acidente.

Leia também:

Paraná e Santa Catarina enterram vítimas de tragédia rodoviária

Sobe para 51 número de mortos em acidente de Santa Catarina

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade