Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Polícia abre inquérito para apurar homicídio culposo em queda de ciclovia no Rio

Até agora o Corpo de Bombeiros identificou duas vítimas fatais do acidente; prefeitura também encomendou perícia

A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar as causas da queda de um trecho da ciclovia Tim Maia, em São Conrado, na Zona Sul do Rio, que provocou ao menos duas mortes nesta quinta-feira. Os responsáveis serão investigados por homicídio culposo (quando não há intenção de matar).

Eduardo Marinho de Albuquerque, de 54 anos, e Ronaldo Severino da Silva, de 60 anos, circulavam pela via quando a estrutura foi levada por uma forte onda. O Corpo de Bombeiros ainda procura por outros corpos. O caso é investigado pela 15º Distrito Policial, na Gávea.

Além da perícia policial, que foi feita hoje, a Prefeitura do Rio também encomendou uma investigação para identificar a causa da queda e eventuais defeitos na obra. Essa avaliação independente será feita por técnicos do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe-UFRJ) e do Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH) e deve ficar pronta em 30 dias.

A ciclovia, que custou 45 milhões de reais e tem 3,9 quilômetros, foi inaugurada pelo prefeito Eduardo Paes (PMDB-RJ) no dia 17 de janeiro.

Leia também:

Tragédia no Rio evidencia que, ao construirmos nossas cidades, interesses privados se sobrepõem ao bem comum

(Com Estadão Conteúdo)