Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PMs recebiam quase R$ 160 mil mensais de traficantes

Por Solange Spigliatti

São Paulo – Os policiais militares acusados de cobrar propina de traficantes para não reprimir a venda de drogas na região recebiam mensalmente valores em torno de R$ 160 mil, segundo informações da Polícia civil do Rio de Janeiro.

Entre os dois presos hoje durante a Operação Dezembro Negro, desencadeada no Morro da Coruja, em São Gonçalo, estão o tenente-coronel Djalma Beltrami, atual comandante do 7º BPM (São Gonçalo) e um traficante. Também foram apreendidos cinco quilos de maconha.

Os cerca de 100 policiais civis da Delegacia de Homicídios de Niterói e da Baixada Fluminense (DHNSG), em conjunto com agentes da Corregedoria Geral Unificada (CGU), participam da operação, que tem o apoio de delegacias especializadas, além de um helicóptero e um blindado, e visam cumprir 24 mandados de prisão, sendo 11 contra traficantes e 13 contra PMs do 7º BPM (São Gonçalo), e nove da busca e apreensão.

A descoberta de que policiais militares do 7º BPM recebiam propinas de traficantes para não reprimir a venda de drogas na região foi descoberta a partir de investigações da DHNSG sobre a ligação de traficantes daquela comunidade com homicídios ocorridos na região.