Clique e assine a partir de 9,90/mês

PM expande operação para mais bairros na Zona Sul

Regiões de Campo Limpo e Capão Redondo também devem sofrer intervenção policial, como acontece na favela de Paraisópolis desde segunda-feira

Por Da Redação - 1 nov 2012, 16h03

A Polícia Militar iniciou no fim da tarde desta quinta-feira, véspera de feriado nacional, a expansão da Operação Saturação para vários bairros da região de Campo Limpo e de Capão Redondo, ambos na Zona Sul de São Paulo. Segundo a PM, o objetivo da ação é coibir o tráfico de drogas e os altos índices de violência.

De acordo com o comandante do batalhão da área, o tenente coronel Deufrânio Barbosa de Carvalho, a ação é agregada à ocupação de Paraisópolis, e tem relação com as investigações.

Leia também:

Ordem para matar PMs saiu de Paraisópolis, diz governo

Mortes são retaliação ao trabalho da polícia, diz governo

Continua após a publicidade

Com cerca de 300 homens participarão nesta segunda operação do gênero deflagrada pela PM esta semana. Na última segunda-feira, cerca de 600 homens passaram a atuar diretamente na Favela de Paraisópolis. Também houve uma ação pontual na favela São Remo.

Soldados dos Programas de Policiamento – como Bases Comunitárias de Segurança, Bases Comunitárias Móveis, Força Tática e Rocam – terão apoio do Grupamento Aéreo. De acordo com o comandante do 37º Batalhão da PM, a corporação está fazendo maior cobertura visando a diminuição dos crimes na capital. O feriado de Finados será usado para auxiliar a procura por foragidos da Justiça, diz o tenente coronel.

Segundo Carvalho, a Operação Saturação deve atingir ainda outros pontos da capital, conforme as investigações apontarem a necessidade de mais ocupações. Na operação em Paraisópolis já foram presas 17 pessoas em flagrante, além de apreensões de drogas. A ocupação começou há quatro dias e deve durar um mês.

No caso de Campo Limpo, a operação também terá como foco a prevenção e prisão de criminosos. No entanto, diferentemente da operação em Paraisópolis, os trabalhos serão encerrados ainda na madrugada deste sábado. Segundo a polícia, serão usadas 93 viaturas, 43 motocicletas e duas aeronaves.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade