Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Planalto confirma prisão de empresário por suspeita de locaute

Transportador, detido no Rio Grande do Sul, teria ameaçado motoristas nos bloqueios em rodovias do estado

Por Da Redação 31 Maio 2018, 14h30

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, confirmou que nesta quinta-feira (31) houve a primeira prisão de empresário suspeito de interferir na paralisação dos caminhoneiros. Ele teria incentivado o locaute, quando patrões influenciam greve de trabalhadores na tentativa de obter vantagens, prática proibida no país.

As primeiras informações são que o transportador, detido no Rio Grande do Sul, teria ameaçado motoristas nos bloqueios em rodovias do estado.

Em entrevista coletiva, Etchegoyen reiterou a disposição do governo em manter o diálogo e lamentou a violência que provocou a morte de um motorista em Rondônia. Ele foi atingindo por uma pedra após passar por um bloqueio de manifestantes.

Etchegoyen concedeu entrevista após reuniu no Palácio do Planalto, do gabinete de monitoramento da greve dos caminhoneiros.

Continua após a publicidade

Fiscalização em postos

O Procon/DF informou no início da tarde desta quinta-feira, 31, que está autuando os postos de combustíveis do Distrito Federal que comercializarem o litro da gasolina a preço superior a 5 reais durante o dia de hoje. Três postos foram autuados nesta quinta, totalizando nove autuações desde a crise provocada pela greve dos caminhoneiros. 

O órgão diz, em nota, que a sua área jurídica está preparando a aplicação de multa cautelar para esta sexta-feira, dia 1º, e que um posto foi multado em 294 mil reais na semana passada. “Fiscais irão trabalhar durante o feriado e o fim de semana”, avisa o Procon.

Durante a entrevista concedida nesta quinta-feira, o ministro substituto da Defesa Claudenir Brito Pereira reforçou o empenho do Governo na fiscalização dos preços. Ele disse, ainda, que a expectativa é que os postos mais próximos às distribuidoras possam espelhar as novas tarifas nos próximos dias.

(com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês