Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF prende cinco policiais militares da UPP da Rocinha

Suspeita é de envolvimento com o tráfico de drogas. Mulher do traficante Nem também foi capturada na operação, realizada na manhã desta segunda-feira

Cinco policiais militares lotados na Unidade de Polícia Pacificadora da Rocinha, na Zona Sul do Rio, foram presos na manhã desta segunda-feira. O grupo é suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas. As prisões foram efetuadas por agentes da Polícia Federal (PF), que estão, no momento, atuando de forma coordenada com as polícias estaduais e a Secretaria de Segurança do Rio.

Na ação desta manhã, também foi presa a mulher do traficante Antônio Bonfim Lopes, o Nem, que comandava a quadrilha naquela localidade e, atualmente, está preso. Danúbia de Souza Rangel foi presa em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Ela já foi investigada diversas vezes por sua participação no tráfico de drogas, mas não havia sido indiciada ou condenada. De acordo com a PF, Danúbia repassava as ordens do chefe do bando para os demais integrantes da quadrilha.

Quatro dos PMs presos atuam no patrulhamento da favela e um deles é lotado no setor de inteligência. Eles respondem por tráfico de drogas e associação para o tráfico. De acordo com a PF, os policiais repassavam informações sobre investigações e futuras operações aos traficantes. O grupo é suspeito de ligação com o traficante Marcelo Santos das Dores, o Menor P, chefe do tráfico no Complexo da Maré. Menor P foi preso na quarta-feira da semana passada, por policiais federais.

Alemão – Na noite de domingo e na madrugada de segunda-feira, houve tiroteio entre policiais militares e traficantes do Complexo do Alemão. Dois PMs ficaram feridos por tiros. Os policiais atravessaram momentos de pânico, encurralados pelos bandidos. Foi preciso enviar reforços para o local.

Leia também:

O Brasil precisa de uma nova polícia