Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

PF prende 19 por desviar R$ 12 mi da reforma agrária

Quadrilha fraudava distribuição de lotes com a ajuda de servidores do Incra

Por Da Redação 30 ago 2010, 10h56

A Polícia Federal prendeu na manhã desta segunda-feira 19 pessoas em Campo Grande e Naviraí, em Mato Grosso do Sul, e em Cosmorama, no interior paulista, durante a Operação Tellus, deflagrada em parceria com o Ministério Público Federal (MPF). O objetivo da operação é desmantelar esquema criminoso que atuava nos projetos de reforma agrária na região sul do estado do Mato Grosso do Sul.

A quadrilha teria causado um prejuízo de 12 milhões de reais à União, de acordo com o Ministério Público. Foram expedidos 20 mandados de prisão de 25 de busca para as cidades de Campo Grande, Naviraí, Dourados, Itaquiraí, Ivinhema, Nova Andradina, Bataiporã e Angélica, no Mato Grosso do Sul, além de Cosmorama, em SP.

Durante a investigação, a PF confirmou fraudes na distribuição de lotes nos assentamentos do complexo Santo Antônio, em Itaquiraí; comercialização de lotes destinados à reforma agrária, com a regularização dessas transações pelos servidores do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); manipulação de concorrências para aquisição de produtos e serviços comprados para os assentamentos com verbas públicas federais; e recebimento de propina por servidores do Incra para a exclusão de imóveis rurais de processo de avaliação a fim de verificar produtividade.

Foram mobilizados 137 policiais e 51 viaturas para a operação.

Continua após a publicidade
Publicidade