Clique e assine a partir de 9,90/mês

PF faz operação contra pedofilia virtual no litoral de SP

Conteúdo pornográfico com crianças divulgado em site internacional vinha de residências na Praia Grande (SP); suspeitos também são acusados de abuso sexual

Por Da Redação - 22 mar 2017, 12h31

A Polícia Federal deflagrou, nesta quarta-feira, em Praia Grande (SP), uma operação que investiga a distribuição, para um site internacional, de conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. Responsável pela operação, batizada de Resgate, a unidade da PF em Santos cumpre quatro mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão.

A partir de uma investigação, iniciada em janeiro, a Polícia identificou que uma grande quantidade de material envolvendo abuso sexual de crianças, publicada nesse site internacional, partia de computadores na Praia Grande. Segundo a Polícia Federal, trata-se basicamente de fotos envolvendo situações de pedofilia.

Os mandados de busca autorizados pela Justiça Federal serão cumpridos em cinco residências e os presos terão que responder também a acusações de abuso sexual, uma vez que os investigadores suspeitam que as imagens eram produzidas pelos investigados, com o estupro de crianças de seu convívio.

Segundo nota da PF, os suspeitos vão responder por crimes previstos no Código Penal – ter conjunção carnal ou ato libidinoso com menor de catorze anos– e no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), pela divulgação e armazenamento de pornografia infantil. As penas para os delitos partem de um e chegam até quinze anos. Procurada pelo site de VEJA, a Polícia Federal ainda não confirma se os mandados foram cumpridos.

Publicidade