Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF desarticula quadrilha que fraudou SUS em R$ 7,5 mi

Clínicas privadas do Rio de Janeiro falsificavam comprovantes de atendimento pelo sistema público de saúde. Vereador de São Gonçalo está envolvido no esquema

A Polícia Federal (PF) desarticulou nesta quinta-feira uma quadrilha que fraudou o Sistema Único de saúde (SUS) em 7,5 milhões de reais em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Batizada Panacea, a operação contou com 75 agentes e cumpriu onze mandados de busca e apreensão, além de um mandado de prisão preventiva.

Segundo a PF, donos de três clínicas privadas, que eram convencionadas pelos SUS, falsificavam comprovantes de atendimento pelo sistema público de saúde. Mediante o pagamento de propina, um vereador do município auxiliava no esquema, evitando a fiscalização das empresas pelos órgãos da cidade. Os valores do suborno somam 2 milhões de reais. As investigações também mostraram que os empresários usavam laranjas como sócios, para dificultar sua identificação e a vinculação à fraude.

Embora a Polícia Federal não tenha divulgado nomes, o site de VEJA apurou que o político envolvido no esquema é Amarildo Vieira de Aguiar, do Partido Verde (PV). As empresas fraudulentas são as clínicas Porto Pedra, localizada no Bairro Porto da Pedra; Veja Bem, em Alcântara; e Barro Vermelho, no bairro que leva o mesmo nome.

Aguiar e os empresários serão indiciados por estelionato, corrupção passiva e associação criminosa.

Leia também:

PF desarticula quadrilha que desviou R$ 57 mi do Fundeb

PF prende 40 pessoas no MT por tráfico internacional de drogas

(Da redação)