Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

PF desarticula quadrilha que fraudava licitações na Paraíba

Quadrilha usava laranjas para abrir empresas de fachada em 35 municípios

Por Da Redação 15 jun 2011, 11h54

A Polícia Federal cumpre nesta quarta-feira nove mandados de prisão temporária e doze de busca e apreensão na Paraíba. A Operação Gasparzinho tem como objetivo desarticular uma quadrilha que usava empresas fantasma para fraudar licitações públicas em 35 municípios do estado.

As investigações, que contaram com a participação da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Ministério Público Federal (MPF), detectaram um grupo de empresários que registravam firmas em nome de laranjas ou de pessoas que não existem para fraudar licitações, sonegar impostos e ocultar bens comprados com dinheiro sujo, como carros de luxo. Os dados dos laranjas eram obtidos em órgãos públicos em diversos estados, outros nomes eram simplesmente inventados.

Cinco das empresas envolvidas receberam cerca de 23,4 milhões de reais de pelo menos 35 prefeituras paraibanas nos últimos quatro anos. Os integrantes da organização criminosa que forem presos responderão pelos crimes de formação de quadrilha, fraudes à licitação, falsificação de documentos, sonegação de tributos e lavagem de dinheiro.

Publicidade