Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PF apreende 716 quilos de maconha no litoral de São Paulo

Foram presas dezesseis pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico internacional de drogas. Dez são paraguaios

A Polícia Federal (PF) apreendeu 716 quilos de maconha e prendeu dezesseis pessoas suspeitas de envolvimento com o tráfico internacional de drogas nesta terça-feira, em Peruíbe, litoral de São Paulo. Os policiais federais suspeitaram de um ônibus de turismo com a placa do Paraguai, estacionado, com uma intensa movimentação de pessoas entrando e saindo. Foram encontrados tabletes de maconha prensada escondidos em sacos plásticos dentro do ônibus. Entre os detidos, dez são paraguaios. O ônibus e um carro foram apreendidos.

Operação Dominus – Em uma outra operação, de combate ao tráfico internacional de drogas em quatro estados brasileiros – Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul – e no Paraguai, a PF prendeu 34 suspeitos. Ao todo, foram expedidos quarenta mandados de prisão e 26 de busca e apreensão. Foram apreendidas três pistolas, uma espingarda calibre 12, um revólver calibre 38, munições diversas, três carros, duas motos e 3 mil reais.

Desde o início do ano, os agentes já apreenderam, durante a Operação Dominus, 115 quilos de cocaína e 1.504 pontos de LSD. De acordo com a PF, a droga era enviada do Paraguai para o Brasil pela fronteiras do Mato Grosso do Sul e Paraná para ser distribuída no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. A operação tem o apoio da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai.

Operação Anátema – Em Goiás, uma terceira ação da PF para reprimir pornografia infanto-juvenil na internet prendeu até o momento uma pessoa em flagrante, segundo a assessoria da PF. Foram apreendidos equipamentos eletrônicos e dados contendo pornografia infantil. Foram expedidos dez mandados de busca e apreensão em três cidades goianas. A operação teve início após uma informação repassada pela Interpol da Alemanha, que flagrou troca de dados entre suspeitos brasileiros e alemãos.

(Com Agência Estado)