Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

PF abre investigação sobre homem forte de Paes

STF autorizou a abertura de inquérito criminal contra o deputado Rodrigo Bethlem, que operava um esquema de desvios na prefeitura do Rio

Por Da Redação 8 ago 2014, 12h17

A Corregedoria da Polícia Federal em Brasília será responsável pela investigação do deputado Rodrigo Bethlem (PMDB-RJ), homem de confiança do prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), por suspeita de corrupção passiva, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. A abertura de inquérito criminal foi autorizada nesta quinta-feira pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Bethlem comandou as secretarias de Ordem Pública, Assistência Social e Governo, de 2009 a 2014. Como ele possui foro privilegiado, apenas o procurador-geral da República pode pedir abertura de investigação criminal contra o parlamentar.

O ministro do STF Gilmar Mendes encaminhou o processo à Corregedoria da Polícia Federal, que investigará as viagens de Bethlem ao exterior nos anos de 2010 e 2011. Em gravações feitas pela ex-mulher, Vanessa Felippe, reveladas pelo site de VEJA, o deputado disse ter uma conta bancária na Suíça, não informada à Receita Federal. Nas conversas, Bethlem admite que recebia comissões ilegais de ONGs prestadoras de serviço da prefeitura, quando chefiou a Secretaria Municipal de Assistência Social, de 2011 a 2012.

Bethlem disse que tinha renda mensal de 100.000 reais, mas recebia salário de 18.000 reais mensais. O parlamentar é suspeito de receber até 80.000 reais da ONG Tesloo, que tem uma série de contratos com a secretaria municipal que Bethlem comandava. Ele também mencionou recebimento ilegal de benefícios de uma empresa responsável por distribuição de lanches.

A investigação ficará concentrada em Brasília e a Superintendência da Polícia Federal do Rio de Janeiro será acionada para diligências, como o interrogatório de Vanessa Felippe.

Continua após a publicidade

(Com Estadão Conteúdo)

Leia também:

Justiça bloqueia bens e quebra sigilo do deputado Bethlem

Homem forte de Paes opera esquema de corrupção no Rio

Prefeitura do Rio bancou anúncio em revista da família Bethlem

PPS pede à Câmara que investigue homem forte de Paes

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês