Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Petrobras deve investir US$ 174 bi até 2013

Por Da Redação 23 jan 2009, 20h29

A Petrobras planeja investir 174,4 bilhões de dólares, principalmente em exploração e produção, nos próximos quatro anos. A meta da empresa é ampliar de 2,4 para 3,3 milhões o volume de barris produzidos por dia até 2013 e para 5,1 milhões até 2020. Os números foram divulgados nesta sexta-feira, quando a empresa apresentou à imprensa seu Plano de Negócios 2009-2013.

O novo plano é mais ambicioso que aquele traçado para o período 2008-2012, de 112,2 bilhões de dólares em investimentos. Do total de investimentos previstos, 157,3 bilhões de dólares, ou 90% do montante, serão aplicados no Brasil. O total destinado à exploração e produção, incluindo a camada pré-sal, foi projetado em 92 bilhões de dólares entre 2009 e 2013, contra 65 bilhões no plano anterior.

Neste ano, de acordo com o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, o objetivo é investir 28,6 bilhões de dólares, considerando o valor de 37 de dólares por barril do tipo Brent. Para tanto, a estatal deve captar 18,1 bilhões de dólares, dos quais 16,9 bilhões já estão garantidos – sairão dos cofres do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e de um conjunto de bancos nacionais e internacionais.

Também nesta sexta-feira, a Petrobras assinou a autorização para a segunda etapa da construção da refinaria de Pernambuco que seria feita com a venezuelana PDVSA. A estatal já afirmou que vai construir a refinaria com ou sem a PDVSA. A empresa da Venezuela não quer atrelar o preço do petróleo venezuelano que estava previsto para ser usado na refinaria ao preço do mercado internacional, como deseja a Petrobras, o que criou um impasse nas negociações. O petróleo seria fornecido meio a meio pelas duas companhias para processar 200.000 barris por dia. A Petrobras tem 60% do capital na refinaria e a PDVSA, o restante.

Continua após a publicidade

Publicidade