Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

PF do Rio prende suspeito de ligação com terrorismo

Advogado de Chaer Kalaoun afirmou que ele foi detido por lamentar destruição de uma mesquita no Facebook

Por Da redação Atualizado em 28 jul 2016, 10h34 - Publicado em 28 jul 2016, 10h21

A Polícia Federal do Rio de Janeiro prendeu nesta quarta-feira um homem suspeito de ter ligações com o terrorismo. De descendência libanesa, Chaer Kalaoun, de 28 anos, foi detido em sua casa no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense,  e encaminhado à sede da PF no Rio,  onde permanece até a manhã desta quinta-feira.

A prisão aconteceu a apenas nove dias da cerimônia de abertura da Olimpíada, que começa no dia 5 de agosto.  O advogado de Kalaoun, Edison Ferreira, disse que seu cliente foi preso por causa de uma postagem no Facebook na qual lamentou a destruição de uma mesquita por um atentado terrorista.

Leia também: Saiba quem são os brasileiros suspeitos de planejar atentado

Segundo Ferreira, Kalaoun é brasileiro, muçulmano, trabalha no ramo de comércio de roupas e já morou na adolescência no Líbano. “A Polícia não tem nenhuma acusação contra ele. Só pediram a prisão temporária para investigações preliminares. Mas não fizeram nenhuma busca na casa dele, nem apreenderam nenhum elemento de interesse criminal”, disse o advogado. Em 2014, o suspeito havia sido preso por porte ilegal de arma

A PF foi procurada, mas ainda não forneceu nenhum detalhe sobre a prisão.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade