Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Perito contratado pela defesa de Pedro Paulo trabalha em hospitais da Prefeitura do Rio

Laudo particular cogitou hipótese de autoflagelação da ex-mulher do secretário executivo de Eduardo Paes

Roger Vinicius Ancillotti, perito da Polícia Civil contratado para analisar o laudo do Instituto Médico-Legal (IML) que registrou as marcas deixadas pelas agressões do secretário executivo municipal Pedro Paulo Carvalho (PMDB) à ex-mulher Alexandra Marcondes, em 2010, também dá expediente em quatro unidades de Saúde da Prefeitura do Rio. A informação foi publicada hoje pelo Jornal Extra do Rio de Janeiro.

Segundo a publicação, o médico exerce a função de radiologista nos hospitais municipais Pedro II e Ronaldo Gazolla, bem como na Coordenação de Emergência Regional (CER) Santa Cruz. Ele bate ponto ainda como responsável técnico pelo setor de diagnóstico por imagem na Maternidade Alexander Fleming.Segundo a Secretaria municipal de Saúde, Ancillotti tem uma carga horária semanal de 64 horas nas unidades em questão. Procurada, a Polícia Civil não informou qual o tempo de trabalho dedicado pelo perito no IML, de onde já foi diretor.

A corporação limitou-se a reiterar que abriu um procedimento para apurar se o funcionário “violou o código de ética” da instituição ou se forneceu “informações inexatas” ao atuar na defesa de Pedro Paulo.

Na semana passada, VEJA revelou que Ancillotti produziu um “laudo do laudo” para se contrapor ao exame de corpo de delito feito pela Polícia Civil que apontava as agressões à Alexandra. No documento particular apresentado pelo defesa de Pedro Paulo, a hipótese de autoflagelação da ex-mulher de Pedro Paulo foi levantada.

LEIA MAIS:

Defesa levanta hipótese de ex-mulher de Pedro Paulo ter se autoflagelado

Em vídeo, ex-mulher de Pedro Paulo refaz a sua história