Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Penas de morte caem drasticamente nos EUA

O número de penas de morte nos Estados Unidos caiu em 2011 abaixo de 100 pela primeira vez em mais de três décadas, o que reflete uma drástica queda do apoio público às execuções judiciais, segundo um relatório publicado esta quinta-feira.

“Este ano, o uso da pena de morte continuou diminuindo”, concluiu o estudo, realizado pela organização sem fins lucrativos Death Penalty Information Center (Centro de Informação sobre a Pena de Morte).

“Seja por preocupação sobre a injustiça, por executar um inocente, pelo alto custo da pena de morte ou pelo sentimento geral de que o governo não consegue fazê-lo bem, os americanos apóiam cada vez menos a pena capital em 2011”, acrescentou o documento.

O estudo demonstrou que houve 78 penas de morte em 2011, uma redução de 75% desde 1996, quando 315 presos foram sentenciados à morte.

O relatório destacou que o número real de execuções também tem caído a um ritmo constante nos Estados Unidos.

Em 2011, foram realizadas 43 execuções, a metade de 1999.

O documento é publicado em um momento crucial para a imposição da pena de morte nos Estados Unidos, depois da controversa execução de Troy Davis, apesar de sérias dúvidas sobre sua culpa, e após a decisão do estado de Illinois (centro-leste) de abolir a pena capital e substitui-la pela prisão perpétua.