Clique e assine a partir de 8,90/mês

PCdoB lança Netinho pré-candidato à Prefeitura de SP

Vereador diz que vai apresentar aos eleitores propostas alinhadas com Dilma

Por Carolina Freitas - 19 abr 2011, 19h47

O vereador e cantor Netinho de Paula foi escolhido pré-candidato do PCdoB à Prefeitura de São Paulo. Ele é o primeiro nome oficializado para disputar as eleições de 2012. A executiva municipal do partido decidiu a indicação por unanimidade em reunião na noite de segunda-feira. “Netinho tem cara do povo de São Paulo”, explica o presidente do partido na capital, Wander Geraldo. Se concretizada a candidatura de Netinho, esta será a primeira vez que o PCdoB terá candidato próprio à Prefeitura de São Paulo. Nas eleições municipais de 2008, Aldo Rebelo chegou a ser lançado pré-candidato, mas o partido acabou optando por uma aliança com o PT. Rebelo concorreu como vice de Marta Suplicy – derrotada nas urnas pelo prefeito Gilberto Kassab. A ideia de ficar como vice não agrada a Netinho, que obteve 7,7 milhões de votos nas eleições de 2010, quando concorreu ao Senado Federal. A votação avalizou o lançamento agora de sua pré-candidatura. “Se eu for vice não vou ficar tão feliz’, diz o vereador. “Mesmo assim, sou um soldado do PCdoB. Farei o melhor para o partido.” Na próxima semana, Netinho reúne-se com presidente nacional do PMDB, Michel Temer. Após a morte de Orestes Quércia, Temer tenta remontar o PMDB no estado, mas esbarra na falta de nomes. Netinho tentará se mostrar um candidato atraente para uma aliança com os peemedebistas. Segundo o vereador, a intenção é apresentar aos paulistanos propostas alinhadas ao governo federal. “O PT tem mostrado interesse em lançar candidatos próprios, mas tenho certeza que de alguma forma conseguiremos compor com eles”, disse Netinho. No flanco petista, os nomes possíveis são dos ministros Fernando Haddad e Alexandre Padilha e da senadora Marta Suplicy. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou claro nesta terça-feira que o partido deve se preocupar desde já em costurar alianças nos estados. O presidente municipal do PCdoB, Wander Geraldo, afirma estar aberto a coligações com todos os partidos de centro-esquerda do estado. “Nossa intenção, agora, no entanto, é ter Netinho como cabeça de chapa. Estamos em um processo de crescimento e precisamos de um candidato próprio”, diz o dirigente. Candidato ao Senado em 2010, Netinho não conseguiu bater Marta Suplicy (PT) e Aloysio Nunes (PSDB). O posto de vereador por São Paulo, conquistado em 2008, é o primeiro cargo público ocupado pelo cantor.

Publicidade