Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Pastor Marcos Pereira é condenado a 15 anos por estupro

Líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD) foi considerado culpado por estupro contra uma seguidora, em 2006, nas dependências de um templo

Por Da Redação Atualizado em 10 dez 2018, 10h52 - Publicado em 12 set 2013, 17h48

O pastor Marcos Pereira da Silva, fundador e líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD), foi condenado nesta quinta-feira a 15 anos de prisão por estupro. Os crimes sexuais atribuídos ao pastor foram cometidos nas dependências da instituição religiosa, em 2006, e tiveram como vítima uma seguidora da igreja.

Leia também:

Pastor Marcos Pereira é acusado de abusar de menores e de matar uma delas

Vítimas do pastor Marcos Pereira afirmam que estupros eram parte da salvação

Continua após a publicidade

Pastor Marcos Pereira é preso por estupro no Rio

“As testemunhas ouvidas relatam com firmeza como o acusado é uma pessoa manipuladora, fria, só pensa em si, utilizando-se das pessoas para satisfazer seus instintos mais primitivos e de forma promíscua, utiliza da boa-fé das pessoas para enganá-las. Pelo exposto e por tudo que dos autos consta, julgo procedente a pretensão punitiva para condenar Marcos Pereira da Silva, como incurso nas penas dos art. 214 c/c art. 226, II, ambos do Código Penal”, destaca a sentença, proferida pela 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, reduto dos fiéis da ADUD.

Leia também:

Ex-funcionário acusa pastor Marcos Pereira de tramar rebeliões

Continua após a publicidade

Publicidade