Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Passageiros aguardam decolagem por mais de 7 horas

O voo estava previsto para decolar às 22h50 desta quarta-feira do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, mas só partiu às 6h15 desta quinta

Por Da Redação 1 mar 2012, 09h33

Uma manutenção não programada na aeronave que partiria no fim da noite desta quarta-feira obrigou os passageiros do voo JJ 8084 (Guarulhos-SP/Londres) da companhia aérea TAM a permanecerem dentro do avião por mais de sete horas. Segundo a TAM Linhas Aéreas, o voo estava previsto para decolar às 22h50 do Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na Grande São Paulo, mas só partiu às 6h15 de hoje.

A chegada a Londres está prevista para as 17h25 (horário de Brasília). Em nota, a companhia aérea afirma que os passageiros receberam alimentação a bordo e aqueles com conexão na Europa foram reacomodados em outros voos da companhia, via Paris-França e Frankfurt-Alemanha.

Segundo a resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que dispõe sobre assistência aos passageiros e reacomodação, a partir de uma hora de atraso, os passageiros têm direito ao uso de telefones, internet e outras formas de comunicação. A partir de duas horas, alimentação e bebidas. Depois de quatro horas, a companhia é obrigada a fornecer acomodação ou hospedagem e transporte do aeroporto ao local de acomodação. Se o atraso for superior a quatro horas, a resolução determina que a empresa aérea ofereça, além da assistência material, opções de reacomodação em outros voos ou reembolso.

Leia a íntegra da nota da TAM:

“A TAM Linhas Aéreas informa que o voo JJ 8084 (Guarulhos-SP / Londres), com decolagem prevista para as 22h50 de ontem (29), sofreu atraso devido à manutenção não programada da aeronave. O voo partiu às 6h15 desta manhã e a chegada na Inglaterra está prevista para as 17h25 (horário de Brasília). Os passageiros receberam alimentação a bordo e aqueles com conexão na Europa foram reacomodados em outros voos da companhia, via Paris-França e Frankfurt-Alemanha. A TAM lamenta os transtornos causados aos clientes”.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade