Clique e assine a partir de 9,90/mês

Passageiro cai de trem superlotado em movimento no Rio

Descarrilamento na noite de quinta-feira causou atrasos e tumulto nas viagens

Por Da Redação - 12 abr 2013, 12h07

O passageiro de um trem da Zona Oeste do Rio de Janeiro caiu do vagão em movimento na manhã desta sexta-feira entre as estações Vila Militar e Deodoro. A composição estava superlotada, devido aos atrasos que atingiam todos os ramais da concessionária Supervia, e circulava de portas abertas.

As circunstâncias da queda estão sendo apuradas. A Supervia afirma que o homem impedia o fechamento de uma das portas da composição quando caiu, mas testemunhas negam que ele seria o responsável pelo travamento. O passageiro foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

De acordo com a Supervia, a lentidão das viagens é resultado ainda do descarrilamento de um trem na noite de quinta-feira. A composição saiu dos trilhos na saída da Central do Brasil. É o terceiro incidente do tipo em dez dias, e nomesmo trecho. A estação permanece fechada e os passageiros que lá desembarcariam precisam trocar de trem na estação São Cristóvão, que ficou praticamente intransitável nesta manhã. Sem conseguir andar direito, pessoas chegaram a passar mal.

A concessionária informa que a causa do descarrilamento só será conhecida em 30 dias. Em nota, a agência reguladora do governo (Agetransp) diz que instaurou boletim de ocorrência para apurar o incidente e afirma que o trem não poderia ter partido de portas abertas. O gerente da Câmara Técnica de Transportes da Agetransp, José Luiz Lopes, está em reunião com representantes da SuperVia para pedir esclarecimentos sobre os problemas recorrentes.

Publicidade