Clique e assine a partir de 9,90/mês

Paralisação da PF deixa orquestra sem instrumentos

Voltando ao Brasil na última segunda-feira, depois de uma turnê na Europa, Osesp teve seus instrumentos barrados pela alfândega

Por Da Redação - 24 ago 2012, 11h12

A greve que atinge os servidores públicos respingou na Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp). Voltando ao Brasil na última segunda-feira, depois de uma turnê na Europa, a orquestra teve seus instrumentos barrados pela alfândega do Aeroporto de Cumbica, devido à paralisação da Polícia Federal.

Os 114 músicos regidos pela americana Marin Alsop estão ensaiando com instrumentos reservas para uma apresentação prevista para esta sexta-feira. “Os músicos estão usando instrumentos reservas para ensaiar”, disse Arthur Nestrovski, diretor artístico da Osesp. Ele reclamou do atraso para a liberação dos instrumentos, preocupado com a proximidade do novo concerto da orquestra.

Leia também:

Greves: ministro diz que governo pode usar Força Nacional nas fronteiras

Continua após a publicidade

Analistas da Receita fazem operação-padrão em aeroportos

Publicidade