Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Papa promete ajuda a refugiados que chegam à Europa

"É uma realidade dramática de nosso tempo", disse Francisco durante a missa que celebrou neste domingo

Na celebração da missa deste domingo, no Vaticano, o papa Francisco prometeu que a Igreja ajudará as famílias dos refugiados que tentam entrar na Europa para escapar da guerra e da perseguição em seus países. Mais de 600.000 pessoas atravessaram o Mediterrâneo desde o início de 2015, uma onda sem precedentes, que tem gerado crescente hostilidade em relação aos fugitivos. “São pessoas em busca de dignidade, essas famílias em busca de paz continuam conosco, a Igreja não as abandona, porque fazem parte do povo que Deus quer libertar da escravidão e guiar rumo à liberdade”, disse o papa argentino, que é filho de imigrantes italianos.

Saiba mais:

Saiba mais: Papa pede que todas as igrejas católicas da Europa recebam refugiados

“Confesso que comparo as fotos dos fugitivos correndo pelas ruas da Europa à profecia do povo peregrino, uma realidade dramática de nosso tempo”, disse. Pela manhã, o papa presidiu a missa solene de encerramento do sínodo dos bispos na basílica de São Pedro. Antes de encerrar a celebração, ele afirmou que a Igreja “caminha ao lado dos menos favorecidos”.

Leia também:

Papa Francisco defende a família tradicional ao inaugurar o sínodo de bispos

(Com AFP)