Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Órgão internacional destaca alta de febre amarela no Brasil

Informe da Organização Panamericana de Saúde destaca o risco do surto se expandir pelo país e admite que há limitações de vacinas para toda a população

Informe divulgado neste fim de semana pela Organização Panamericana de Saúde (Opas), braço regional da Organização Mundial da Saúde (OMS), destaca o crescimento da febre amarela no Brasil. O órgão alerta para o risco de o surto no país se expandir e admite que há limitação de vacinas para toda a população.

A Opas afirma que a América Latina registra desde 2016 o maior número de casos da doença em décadas. “O aumento tem relação com um ecossistema favorável à disseminação do vírus e uma população não imunizada.” Entretanto, desde 13 de dezembro de 2017, apenas o Brasil teve novos casos.

Segundo a Opas, foram 777 casos entre o segundo semestre de 2016 e junho de 2017, com 261 mortes. Depois, porém, o país viveu uma fase de baixa transmissão. Recentemente, o número de macacos infectados surpreendeu. O informe diz que é preciso o uso racional da vacina, diante da limitação na disponibilidade, e que 95% da população em áreas afetadas devem ser vacinadas.

Campanha

Devido ao surto da doença no país, o Ministério da Saúde, seguindo recomendações da OMS, vai realizar em 75 municípios de São PauloRio de Janeiro e Bahia campanhas de vacinação contra a febre amarela com doses fracionadas, entre fevereiro e março deste ano.

Segundo o ministro da saúde, Ricardo Barros, a campanha é uma medida preventiva e emergencial adotada em razão do crescimento da doença no país e será implementada em áreas selecionadas durante um período de 15 dias. “A dose fracionada, até o presente momento, tem mostrado exatamente a mesma capacidade de imunização que a dose integral”, disse.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Francisco Lemos

    Mesmo com toda essa ameaca de surto, etc estao nos obrigando a usar vacina diluida. Ja nao chega a gasolina diluida alem de poluente?
    Dizem que a diluicao em 4 vezes tem suporte testes internacionais. Entao, porque a organizacao mundial de saude nao aceita certificado de vacina diluida??? Terceiro mundo chifrin, terra de ninguem…

    Curtir

  2. Natallia Rodrigues, Mudar O Busca Do Perfil
    De : natalliarodrigues (@natalliarodrigues__)
    Para: Natallia Rodrigues (@natalliarodrigues__)
    Ou: Natallia Rodrigues (@natalliarodriguesreal)

    Curtir