Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

ONU prevê equipar mulheres em zonas de conflito para evitar abusos sexuais

A agência da ONU para as Mulheres prevê entregar equipamentos tecnológicos para mulheres em zonas de conflito para que alertem os capacetes azuis sobre possíveis estupros em massa, disse a chefe do organismo, Michelle Bachelet, durante uma visita a Brasília nesta quinta-feira.

A ex-presidente chilena (2006-2010) ressaltou que este plano se soma à política de tolerância zero da ONU contra os abusos sexuais por parte das tropas de paz que operam ao redor do mundo.

“Estamos buscando como podemos entregar equipamento tecnológico para que elas possam entrar em contato com as forças de paz, informar sobre um ataque contra a aldeia ou se há estupros em massa”, sustentou Bachelet em uma coletiva de imprensa.

Além disso, enfatizou que a ONU jamais tolerará agressões sexuais cometidas por tropas de paz.

“Esperamos que esta política ande de mãos dadas com a política de tolerância zero dos Estados (que contribuem para as forças de paz), de modo que a mensagem seja uma só”, afirmou.

Os estupros são uma arma de guerra em zonas de conflito, como a República Democrática do Congo e outros países africanos, onde milhares de mulheres foram abusadas sexualmente em meio aos confrontos entre tribos e de rebeldes com tropas governamentais e da ONU.