Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ônibus do Rio devem ganhar um ‘botão de pânico’

Anúncio feito na Alerj nesta terça pretende inibir ação de vândalos e bandidos

Toda a frota de ônibus do Rio de Janeiro deve ganhar botões de pânico, para que motoristas possam alertar a polícia em caso de ataques de criminosos ou vândalos. A novidade foi anunciada nesta terça-feira pelo vice-presidente do sindicato das empresas de ônibus (Rio Ônibus), Otacílio Monteiro, na Comissão de Transportes da Assembleia Legislativa (Alerj).

De acordo com ele, imagens do interior dos coletivos serão enviadas a um centro de controle, que por sua vez as repassa à Polícia Civil. O equipamento já foi implantado nos BRTs Transoeste e Transcarioca. “Imagens e posicionamento dos veículos por GPS chegarão em tempo real à polícia, no caso de qualquer ação criminosa, trazendo maior segurança aos usuários”, destacou Monteiro.

Ainda segundo o vice-presidente do Rio Ônibus, apenas nos quatro dias de paralisação de rodoviários, em maio, 723 ônibus foram depredados e 48, incendiados. O prejuízo deve chegar a 2,16 milhões de reais. O presidente da comissão, deputado Marcelo Simão (PMDB), pediu punições mais rígidas para vândalos. “Quem coloca fogo em ônibus com trabalhadores dentro está praticando uma tentativa de homicídio”, exemplificou.

Leia também:

Greve de rodoviários do Rio é considerada ilegal e abusiva

O país da Copa está em greve