Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Onda de ataques chega à Baixada Fluminense

Atentado se deu em resposta a um operação da polícia que apreendeu um fuzil e feriu um bandido, segundo a Polícia Militar

Por Da Redação 3 out 2014, 10h10

A onda de ataques e confrontos no Rio de Janeiro se expandiu para a Baixada Fluminense. Na noite dessa quinta-feira, dois ônibus e uma Kombi foram incendiados nos arredores da favela da Guacha, em Belford Roxo. Este foi o terceiro ataque a veículos apenas nesta semana. Segundo a Polícia Militar (PM), o ataque se deu em represália a uma operação do 39º Batalhão (Belford Roxo) em que um fuzil foi apreendido e um bandido, ferido.

Niterói – Na noite dessa quarta-feira, cerca de quinze menores de idade queimaram um ônibus perto do Morro do Cavalão, em Niterói, na Região Metropolitana. A ação também foi um protesto contra a morte de dois adolescentes e a prisão de dois homens após operação policial na favela que possui uma Companhia Destacada da PM.

Também na noite de quarta, uma viatura da PM e um ônibus foram apedrejados no Morro da Formiga, na Zona Norte do Rio, durante confronto entre policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e moradores. O tumulto começou durante uma blitz para proibir mototaxistas irregulares. Um vídeo mostra o comandante da UPP, capitão Carlos Henrique Barrim, chutando uma manifestante. Ele alega que tentava derrubar a moradora que teria iniciado os protestos.

Leia também:

Polícia prende 6 em operação contra o tráfico na Rocinha

Tiroteio entre PMs e traficantes no Alemão mata um

Chefe do tráfico no Morro do Alemão é preso no Rio

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade