Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Oficializadas novas demissões da Operação Porto Seguro

Foram afastados funcionários do Ministério dos Transportes e da Anac

O Diário Oficial da União (DOU) publicou nesta terça-feira o nome dos novos demitidos em decorrência do esquema denunciado pela Operação Porto Seguro, da Polícia Federal. A operação investiga o envolvimento de servidores na emissão fraudulenta de pareceres técnicos para beneficiar empresários.

Também nesta terça-feira, a filha de Rosemary Nóvoa de Noronha, ex-chefe de gabinete da presidência da República, foi exonerada “a pedido” do cargo de assessora técnica da Diretoria de Infraestrutura Aeroportuária. Rose havia empregado a filha Mirelle Nóvoa de Noronha, na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Leia também

E-mail mostra proximidade de Rose com Lula

Oposição quer ouvir Cardozo, Lula e Rose no Congresso

Dilma determina varredura em órgãos investigados por operação da Polícia Federal

Também foram demitidos José Francisco da Silva Cruz e Glauco Alves Cardoso Moreira, que ocupavam, respectivamente, os cargos de inventariante da extinta Rede Ferroviária Federal (RFFSA) e de procurador-geral da Procuradoria Federal na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ)

Jailson Santos Soares foi afastado pelo Ministério dos Transportes do cargo de ouvidor da ANTAQ e José Weber Holanda Alves foi exonerado “a pedido” da função de membro suplente do Conselho Deliberativo da Fundação de Previdência Complementar do servidor Público Federal. José Weber era advogado-adjunto da União, e foi demitido na segunda-feira.

(Com Estadão Conteúdo)