Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Objetivo de bandidos era matar o músico, diz polícia

Por Fábio Grellet

Rio (AE) – A Polícia Civil do Rio mantém em sigilo as investigações do assassinato do músico Carlos Eduardo Mendes de Jesus, de 32 anos, filho do dançarino e coreógrafo Carlinhos de Jesus. Ele foi morto a tiros por volta das 4h do último sábado, quando saía de um bar em Realengo, zona oeste do Rio.

Os tiros foram disparados por uma dupla que usava uma moto e fugiu sem levar nada. Para a polícia, os assassinos tinham o único objetivo de matar Carlos Eduardo.

Segundo a Divisão de Homicídios, as imagens conseguidas até agora de câmeras instaladas nos arredores do local do crime não permitiram avançar nas investigações. A polícia continua procurando imagens que possam facilitar a identificação dos assassinos. Cerca de 20 policiais atuam no caso.