Clique e assine a partir de 8,90/mês

O que Paulo Guedes achou de ser interrompido em entrevista coletiva

Ministro da Economia fez piada sobre episódio embaraçoso: "Agora, inventaram o VAR da política"

Por Thiago Bronzatto - Atualizado em 26 set 2020, 15h33 - Publicado em 26 set 2020, 12h47

Na quarta-feira, 23, um vídeo de Paulo Guedes viralizou nas redes sociais. Ao final de uma entrevista coletiva no Palácio do Planalto, o chefe da equipe econômica foi interrompido e retirado do local pelo ministro Luiz Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo, e pelo deputado Ricardo Barros, líder do governo na Câmara.

As imagens, capturadas pela CNN Brasil, mostram que o episódio aconteceu logo após o ministro falar em “tributos alternativos”, uma senha para a recriação da CPMF. Incomodado com o assunto, que poderia gerar atrito no Congresso, Barros sussurrou: “Tá bom, tá bom”. Já Ramos segurou no ombro de Guedes, conduzindo-o para a saída. Após alguns passos, o chefe da equipe econômica brincou: “Agora tem articulação política”.

ASSINE VEJA

A ameaça das redes sociais Em VEJA desta semana: os riscos dos gigantes de tecnologia para a saúde mental e a democracia. E mais: Michelle Bolsonaro vai ao ataque
Clique e Assine

Embora a cena tenha gerado certo constrangimento público, Guedes disse a um assessor que todo aquele episódio embaraçoso estava previamente combinado. Depois de Bolsonaro ter ameaçado dar um cartão vermelho para um integrante da equipe econômica, o ministro estava relutante em falar com a imprensa. Ramos e Barros insistiram para que o Posto Ipiranga do governo se pronunciasse sobre o andamento das reformas no Congresso. “O senhor precisa falar, porque tem credibilidade com o mercado. Se te apertarem, a gente te salva para não atrapalhar os acordos políticos”, disse Barros para Guedes.

Ao relembrar as imagens em câmera lenta exibidas pela CNN Brasil, exibindo o incômodo de Ramos e Barros, Guedes brincou com um de seus assessores: “Agora, inventaram o VAR da política”.

Continua após a publicidade
Publicidade