Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Número de acidentes cai 15,3% nas rodovias federais

Segundo a Polícia Rodoviária, as principais causas dos 168 mil casos do ano passado são falta de atenção do motorista e desrespeito às normas de trânsito

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou nesta segunda-feira que o número de acidentes nas rodovias federais do país diminuiu 15,3% no ano passado. Foram 168.593 casos, enquanto que em 2013 foram registrados 186.698 acidentes. Considerando apenas o número de ocorrências, a redução fica na casa dos 10%, mas o cálculo da PRF leva em conta o aumento de 8,5 milhões de veículos em circulação entre os dois anos. Também houve redução de 2,3% no número de óbitos: em 2014 foram 8.227 mortes, ante 8.425 em 2013.

De acordo com a PRF, a maioria dos acidentes foi causada por falta de atenção dos motoristas – 32% do total de casos. Na sequência, entre as principais causas aparecem velocidade acima do limite autorizado (20%) e ultrapassagens indevidas (12%). Para a polícia, a queda no número de ocorrências é reflexo do maior monitoramento nas vias, com instalação de câmeras e radares, e da legislação de trânsito mais rígida – o valor das multas por infrações consideradas graves aumentou até 900% em novembro do ano passado.

O balanço da Polícia Rodoviária ainda mostra que os acidentes mais frequentes são os de colisão traseira, mas os mais fatais são os de colisão frontal e atropelamentos. A maioria deles (72%) ocorreu em vias retas, seguida por curvas (21%) e cruzamentos (6%). Os motociclistas e condutores entre 25 e 38 anos são as principais vítimas. Apesar de a maioria (53%) das ocorrências terem sido registradas na área urbana, 70% das mortes aconteceram em zonas rurais.

Leia também:

Mortes em rodovias federais caem no feriado de Ano-Novo