Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novos agentes se demitem e Obama se reúne com chefe do Serviço Secreto

Três novos integrantes do Serviço Secreto americano se demitiram de suas funções, enquanto o presidente Barack Obama se reuniu com o chefe desta polícia de elite, informaram diversas fontes nesta sexta-feira.

As novas demissões elevam a seis o número de agentes que deixaram o Serviço Secreto, o corpo encarregado de proteger o chefe de Estado americano, por um caso relacionado com prostitutas em Cartagena (Colômbia), informou a instituição nesta sexta-feira.

Obama se reuniu no Salão Oval da Casa Branca com o chefe do Serviço Secreto, Mark Sullivan, pela primeira vez desde que estourou o escândalo há uma semana, disse um alto funcionário da Presidência.

Na quarta-feira, outros três agentes secretos abandonaram a tropa de elite: um se aposentou, outro deixou o cargo e o último foi demitido.

“Além disso, (…) outros três funcionários decidiram se demitir”, afirmou nesta sexta-feira o Serviço Secreto, em um comunicado.

Onze membros da polícia de elite foram postos sob investigação por “má conduta” por supostamente levar prostitutas para seus quartos de hotel em Cartagena nos dias anteriores à VI Cúpula das Américas, à qual Obama assistiu.

“Um 11º funcionário foi implicado. Foi suspenso administrativamente e teve retiradas suas credenciais à espera dos resultados da investigação”, acrescentou nesta sexta-feira o Serviço Secreto.