Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Novo equipamento flagra 1º motorista por uso de droga

Polícia utilizou o novo aparelho que detecta o uso de entorpecentes pela primeira vez durante operação experimental na Zona Norte de São Paulo

Por Luciano Bottini Filho 9 fev 2013, 15h28

No primeiro dia de teste do novo aparelho que será usado na blitz da Lei Seca no estado de São Paulo, para detectar motoristas que usaram drogas, um motorista foi flagrado nesta sexta-feira por uso de maconha na região do sambódromo, na Zona Norte de São Paulo. Segundo a assessoria do governo paulista, o condutor foi multado em 1 915,40 reais e liberado.

A Polícia Militar e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran) promoveram na noite desta sexta um piloto da nova operação da Lei Seca no estado, que passará a utilizar um novo equipamento para fiscalizar o uso de drogas ao volante. Qualquer quantidade de substância entorpecente poderá caracterizar crime, segundo a legislação.

O governador Geraldo Alckmin acompanhou a operação durante 20 minutos.

Leia também:

Blitz é mais eficaz para detectar droga, diz ministro

O programa Direção Segura foi anunciado na sexta-feira pelo governo paulista. Serão gastos 40 milhões de reais para implantar o novo modelo de fiscalização. De acordo com a nova Lei Seca, a polícia usará, além do bafômetro, um sistema que aponta se o motorista ingeriu alguma droga. O novo equipamento deverá confirmar a presença das substâncias por meio da saliva do condutor – o resultado é obtido em dez minutos.

Continua após a publicidade
Publicidade