Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Novato PROS é o escolhido de Cid e Ciro Gomes

Após deixar PSB por discordar da candidatura de Edurado Campos ao Planalto, governador do Ceará anuncia filiação em massa ao recém-criado partido

Após deixar o PSB em sinal de apoio à reeleição de Dilma Rousseff e de oposição à candidatura ao Planalto do presidente nacional do partido, o governador pernambucano Eduardo Campos, o grupo político do governador do Ceará, Cid Gomes, e de seu irmão, Ciro Gomes, escolheu o novato PROS para uma filiação em massa a partir desta quarta-feira. A decisão foi anunciada na noite desta terça por Cid Gomes, durante reunião com mais de 500 aliados em um centro de convenções em Fortaleza.

Leia também:

Mensaleiro, petistas e empresários agiram em favor do PROS

Com criação aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral na semana passada, o PROS (Partido Republicano da Ordem Social) é o mais novo partido integrante da base de Dilma Rousseff. No encontro em Fortaleza, o ex-candidato à Presidência da República Ciro Gomes – atual secretário de Saúde do Ceará – foi lançado pelo PROS pré-candidato ao Planalto em 2018.

“Somos agora PROS e vamos à luta”, conclamou Cid Gomes, que deu a presidência do partido no estado para o seu chefe de gabinete, Danilo Serpa. O PROS ganha de uma vez só um governador (Cid Gomes), um vice-governador (Domingos Filho), o prefeito de Fortaleza (Roberto Cláudio) e mais 37 prefeitos, 287 vereadores, cinco deputados federais, o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, José Albuquerque, e mais oito deputados estaduais. Com centenas de lideranças nos 184 municípios do Ceará, nasce como o maior partido do estado.

(Com Estadão Conteúdo)