Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nordeste brasileiro enfrenta a maior seca de sua história

Dados do volume de chuvas mostram que a região foi assolada pelo menos 84 vezes por períodos de estiagem prolongada

O Nordeste brasileiro enfrenta a seca mais longa desde que começaram as medições pluviométricas. Desde 2010, a região está com chuvas abaixo da média. A região é naturalmente vulnerável às variações pluviométricas. Os registros históricos e, mais recentemente, os dados do volume de chuvas mostram que o Nordeste foi assolado pelo menos 84 vezes por períodos de estiagem prolongada.

VEJA viajou por 1 200 quilômetros para descrever como a seca que está sendo considerada como a maior da história está afetando os mais de 23 milhões de brasileiros que vivem no semiárido nordestino – a região seca mais densamente povoada do planeta. A reportagem que está publicada na edição da revista desta semana, descreve o impacto econômico e os efeitos ecológicos do fenômeno. Além disso mostra como os sertanejos se fortaleceram para enfrentar a seca que, apesar de ser a mais duradoura, não tem sido capaz de flagelar a região como no passado.

 

Um dos efeitos inéditos da seca atual é a ameaça sobre os grandes centros urbanos. Cidades como médias como Campina Grande, na Paraíba, estão sob risco de colapso de abastecimento. A região metropolitana de Fortaleza, no Ceará, está ameaçada de racionamento. O açude Castanhão, de onde sai a água que abastece os quase 4 milhões de habitantes da capital cearense se seu entorno, está com pouco mais de 5% de sua capacidade. Com o atual ritmo de consumo, o reservatório só é capaz de prover a população até março.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Vamos esperar que a La Niña equilibre isso um pouco mais, com estiagens no sul e chuvas intensas no nordeste. Em todo caso, é preciso combater mais o desmatamento da grande reguladora de chuvas no Brasil, a Floresta Amazônica.

    Curtir

  2. Washington Rodrigues

    Todo

    Curtir

  3. Robson La Luna Di Cola

    Depois tem gente que não acredita em aquecimento global. O mundo inteiro está enfrentando recordes de temperatura. Estamos acabando com o planeta!!!

    Curtir

  4. Dimitri Molotov

    Quando a natureza cobra, ela é implacável. Ela não perdoa. Só o bicho humano ainda não se atentou para isso

    Curtir

  5. Democrata Cristão

    Notícia mentirosa e tendenciosa, o Lula, o Salvador do Brasil, fez a transposição do Rio São Francisco e assim resolveu todos os problemas do Nordeste, todos tem água nas suas propriedades para as necessidades básicas e também para a produção de alimentos, todos nordestinos tem 4 refeições diárias, ninguém passa fome, nunca falta empregos, todos tem ótima formação acadêmica, a produção de alimentos é tão fantástica que é a campeã mundial de produção e… Cara, eu tenho que parar de ler o desciclopedia.org.

    Curtir

  6. Fábio Luís Inaimo

    Onde é que estão os governadores destes estados para a gente crucificar pela crise hídrica!? Cadê!?

    Curtir

  7. Como é possível faltar água em Fortaleza? lá chove o triplo do que chove em Israel, um dos países mais secos do mundo, a seca cai como uma luva para mascarar a completa incompetência e corroborar o conformismo do povo desse país em nunca questionar os dados que recebe.

    Curtir

  8. Luis Carlos Zardo

    Enquanto isto, vamos continuar desmatando e superpovoando este planeta, nada para se ver aqui, tudo continua como planejado…

    Curtir

  9. Osmerivaldo de Sa Alves

    A solução é chamar os índios pra fazerem a dança da chuva.

    Curtir

  10. Cadê transposição do rio são Francisco?
    De um governo bandido que iludiu a 13 anos o povo nordestino,, gastaram bilhões e bilhões não acabou a obra.
    Enquanto isso o povo se ferra e os políticos como seu lula e CIA,,, dão risadas.

    Curtir